A Clinica Equipe Infertilidade Tratamentos





Infertilidade

A infertilidade afeta cerca de 15 por cento dos casais em idade reprodutiva. É uma situação que aflige e magoa quem deseja ter filhos. As causas de infertilidade conjugal afetam aproximadamente em igual proporção homens e mulheres, sendo que em um terço dos casos a causa é apenas masculina, em um terço é apenas feminina e em um terço é tanto do homem quanto da mulher.

Não se pode confundir infertilidade com impotência. Impotência em se ter filhos, impotência em manter o nome de família, impotência sexual e outras formas inadequadas de interpretação do fato. Não há culpados na dificuldade em se engravidar. Ninguém deve ser responsabilizado, nem criticado.

Por nosso perfil humano imediatista, queremos um diagnóstico rápido e uma solução mais breve ainda. Infelizmente nem sempre se consegue chegar a isso em pouco tempo. É importante ter otimismo no diagnóstico e principalmente no tratamento, sem perder o senso da realidade, ou seja, que nem sempre o objetivo maior será alcançado de imediato.

Reprodução assistida é o conjunto de procedimentos que auxiliam a fertilização e aumentam probabilidade da mulher engravidar.  Para que as técnicas sejam eficazes, os médicos avaliam o casal e indicam o método que pode gerar os melhores resultados.


Clique AQUI para receber gratuitamente o Ebook
"Primeiros passos e Como escolher a Clínica de Fertilização Ideal para Você"


É IMPORTANTE LEMBRAR ...

Lembremos que o conceito de infertilidade conjugal só se aplica a casais que tenham relações sexuais freqüente (2 a 3 vezes por semana), sem uso de métodos contraceptivos (pílula anticoncepcional, DIU, preservativo, etc) e que não conseguem ter filhos após um período de 12 meses de tentativa. A Sociedade Européia de Reprodução Humana adota o período de 24 meses. Após esse período, as chances de se engravidar naturalmente caem drasticamente. Veja na tabela abaixo as chances de se conseguir uma gestação naturalmente, ou seja, sem uso de nenhum método de reprodução assistida, na população normal:


Tempo

% de mulheres grávidas

1 mês

18%

3 meses

45%

6 meses

72%

1 ano

89%


Ao final de um ano aproximadamente 90% dos casais normais conseguirão engravidar. Os demais 10% engravidarão no ano seguinte. Entretanto, se em média as chances de se conseguir uma gestação naturalmente era inicialmente de 18 a 20% ao mês, essa chance cai para próximo de 2% ao mês no ano seguinte. Ou seja, a maioria dos casais normais engravida no primeiro ano de tentativa.


A fecundidade de 18 a 20% em um mês de tentativa de se obter gravidez, entre casais normais deve ser lembrada quando se utiliza qualquer método para se engravidar. Quando se acha que a taxa de 40 a 45% de gestação, por tentativa, utilizando-se de fertilização in vitro é pequena, lembremos que ela ainda é quase três vezes maior do que aquela obtida naturalmente entre casais normais.


Provavelmente a fecundidade não é maior porque diversos fatores devem contribuir negativamente para que se consiga uma gestação naturalmente. Para que a mulher engravide é necessário que ela esteja no período fértil (dois dias antes até três dias depois de sua provável ovulação), que os espermatozóides ejaculados na vagina consigam ascender pelo útero, chegar até as trompas, encontrar e fertilizar o óvulo e que o embrião formado “viaje” de volta para o útero aonde vai se implantar, depois de um período de 5 a 6 dias depois da ovulação. Qualquer falha em quaisquer dessas etapas pode comprometer seriamente as chances de uma gestação.